Perspectiva Linear com 1 Ponto de Fuga.

Esta é, dentre as técnicas de perspectiva, a mais usada. É tido como o primeiro teorema criado e este é baseado nos fenômenos da visão para representar com precisão as relações de tamanho.

Para aplicar esta técnica, consiste em seguirestes 5 passos:

1- Trace uma linha horizontal na superfície do papel; esta chamaremos de linha do horizonte.

2- Nesta linha, faremos um ponto no centro ou numa das estremidades desta (seja à direita ou à esquerda). Este chamaremos de ponto de fuga.

3- Desenharemos neste plano espacial, criando a face de sólidos para em seguida criar a sensação visual de profundidade. Aconselho que seja desenhados formas quadradas porque naturalmente iremos quadratar todos os objetos; partindo da forma quadrada aplicaremos melhor a técnica de perspectiva. Dois princípios serão fundamentais na composição: o primeiro é o tamanho do quadrado (quanto maior, ilusoriamente, mais próximo do espectador e quanto menor, teremos a sensação visual de estar mais longe) e o segundo é a colocação do sólido no plano ( abaixo da linha do horizonte teremos a ilusão de vermos o sólido visto este por cima; e se colocado acima da linha do horizonte teremos a lusão de vermos o sólido acima de nós).

4- Dos quatro cantos do quadrado desenhado, traçaremos linhas em direção ao ponto de fuga. Com linhas paralelas na horizontal e na vertical, definiremos a profundidade deste sólido.

5- E para finalizar, apaga-se as linhas em direção ao ponto de fuga que não usaremos mais.

perspectiva_01

Abaixo, para ilustrar a aplicabilidade desta perspectiva está uma imagem do livro do arquiteto Gildo A. Montenegro retirada do livro Perspectiva dos Profissionais. Onde poderemos ver a aplicação desta perspectiva na criação de uma paisagem urbana.

perspectiva_02

Advertisements

Introdução à Técnica de Perspectiva

Perspectiva Visual é técnica usada pra criar a ilusão de tridimensionalidade nas superfícies bidimensionais, seja no desenho ou na pintura. O teorema tido como o primeiro sobre perspectiva foi desenvolvido por Leon Batista Albert e posteriormente aprimorado por Piero della Francesca. Originalmente desenvolvido no período histórico das artes conhecido como Renascença na Itália, a técnica de perspectiva foi muito explorada e seguiu desenvolvimento com outros artistas como Leonardo Da Vinci. E ganhou proporções incontáveis com o uso do plano desenvolvido por René Descartez (plano cartesiano).

Ao aplicar a técnica de perspectiva, auxiliará a mostrar os objetos como eles aparecem à nossa vista, com volume e proporção visual semelhante ao real. Pode-se afirmar que a técnica de perspectiva cria distorções do natural em objetos, cenários e na figura humana.

perspectiva_figura_01

Dependendo da composição visual planejada, não haverá necessidade de aplicar a técnica de perspectiva; usaremos dos princípios básicos que, anteriormente, levaram a composição dos tratados técnicos desta: relação de tamanho e fenômenos da visão.

Relação de Tamanho:

Pela nossa memória tátio e espacial, registramos a proporção das coisas. Uma das primeiras técnicas de desenho para criar a ilusão de profundidade consiste em desenhar figuras maiores para dar a sensação de proximidade e figuras menores para dar a sensação de afastamento.

perspectiva_figura_02

Fenômenos da Visão:

O olho é um dos meios de percepção espacial porém, este é limitado. Naturalmente o olho capta e o cérebro organiza as informações. Esta captura visual do que nos cerca converge de forma cônica, afunilando, em direção ao globo ocular. No centro da visão, o que está nítido, chamamos de foco visual; Nos aredores, acima e abaixo e também no lado direito e esquerdo, chamamos de visão periférica (não tão nítido à vista).

perspectiva_figura_03

A figura acima foi retirada do livro Sombras e Luzes de autoria de Michael Braxandall. A imagem à esquerda exibe a vista de cima de sólidos geométricos; as linhas pontilhadas que convergem para um único ponto, mostram o caminho da informação visual em direção a visão. Na imagem da direita, vemos estes mesmos sólidos geométricos com distorção natural de um determinado plano de perspectiva, cujo espectador estaria de frente para estes.

perspectiva_figura_04

A figua exibida acima foi retirada do livro Curso Completo de Desenho dos autores Amadeu Sperândio e Rigoletto Mattei, e nesta visalizamos o processo de como as informações visuais convergem em direção à nossa vista. E demais técnicas de perspectiva é uma projetção inversa deste fenômeno da visão. Para assim criar e representar figuras, cenários e objetos semelhantes à maneira como vemos. Espelhando nas superfícies, cenas com a verossimilhança ao mundo que nos cerca.